O que é um antivírus? Os 3 tipos mais importantes (2023)

Por Tibor Moes / Atualizada: julho de 2023

O que é um antivírus? Os 3 tipos mais importantes

O que é um antivírus?

Na era digital, entender o software antivírus é mais crucial do que nunca. À medida que nos tornamos cada vez mais dependentes da tecnologia, é fundamental garantir que nossos dispositivos estejam protegidos contra ameaças cibernéticas.

Nesta postagem do blog, vamos nos aprofundar no mundo do software antivírus, explorando sua evolução, recursos, empresas e os tipos de malware contra os quais ele protege os senhores. Vamos embarcar em uma jornada para entender o que é um software antivírus e como ele mantém nossa vida digital segura.

Resumo

  • O software antivírus protege seus dispositivos contra malware e outras ameaças cibernéticas, como hackers. Por meio de recursos adicionais, como uma VPN e um gerenciador de senhas, ele também pode proteger sua privacidade e identidade.
  • Há três tipos de antivírus com base em seu método de detecção: Baseado em assinatura, baseado em comportamento e aprendizado de máquina. Mas o senhor também pode dividi-los de acordo com os dispositivos que protegem.
  • Para escolher o software antivírus correto, considere as pontuações dos testes de proteção e desempenho e recursos como firewall, gerenciador de senhas e VPN.
  • Recomendamos o Norton. Com uma pontuação de 100% de antimalware e uma VPN ilimitada, ele é incomparável com qualquer um de seus concorrentes. Leia mais em nossa análise do Norton.

Não se torne uma vítima de malware. Proteja seus dispositivos com o melhor software antivírus e sua privacidade com a melhor VPN.

Definição e significado do software antivírus

O software antivírus é um programa desenvolvido para manter computadores, redes e outros dispositivos protegidos contra malware e ataques cibernéticos. Ele é capaz de detectar, impedir e remover softwares mal-intencionados ou vírus.

À medida que as ameaças cibernéticas se tornam mais sofisticadas, os programas antivírus empregam técnicas avançadas para combater esses perigos. A principal função do software antivírus é verificar programas e arquivos quando eles entram em um dispositivo, comparando-os com vírus conhecidos ou procurando comportamentos suspeitos.

Muitos programas de software antivírus utilizam detecção baseada em assinatura, detecção heurística e detecção baseada em comportamento para identificar e combater malware conhecido e ameaças emergentes.

O Microsoft Defender Antivirus, por exemplo, é uma solução antivírus integrada para usuários do Windows que oferece proteção antimalware, incluindo proteção baseada em nuvem.

Como o software antivírus evolui constantemente e se adapta ao cenário em constante mudança das ameaças cibernéticas, ter esse software instalado em seu dispositivo é fundamental para manter a segurança dele e a sua tranquilidade.

Tipos de software antivírus

Há muitas maneiras de dividir os tipos de software antivírus. Uma opção é dividi-los de acordo com os métodos que usam para identificar e remover infecções por malware, como veremos a seguir.

No entanto, a maioria dos softwares antivírus de primeira linha, como o Norton e o Bitdefender, usa todos os três métodos para manter seus dispositivos seguros. Por meio da combinação dessas tecnologias de proteção, existem as soluções de segurança mais eficientes.

1. Software antivírus que usa detecção baseada em assinatura

Esse método envolve a comparação do código de um arquivo suspeito com um banco de dados de assinaturas de malware conhecidas. Se for encontrada uma correspondência, o software antivírus marcará o arquivo como uma ameaça e tomará as medidas apropriadas, como excluir ou colocar o arquivo em quarentena.

Esse método é rápido e eficaz, mas não é capaz de descobrir novas ameaças de malware. Afinal de contas, ele se baseia em um banco de dados de assinaturas de malware conhecidas. Portanto, por definição, ele não pode identificar ameaças de malware que não tenham sido encontradas antes.

2. Software antivírus que usa detecção baseada em comportamento

Esse método continua de onde a detecção baseada em assinatura parou. Ao analisar o comportamento de um arquivo em vez de seu código, ele pode descobrir novas ameaças de malware que não foram vistas antes. Por exemplo, se um programa começar a fazer várias conexões de rede ou modificar as configurações do sistema sem o seu conhecimento, ele poderá ser sinalizado como uma ameaça.

Esse método também é chamado de monitoramento do sistema (e, às vezes, de detecção heurística, embora sejam ligeiramente diferentes). Embora a abordagem comportamental seja excelente para detectar novos malwares, ela também é propensa a falsos positivos, o que significa confundir arquivos inofensivos com malwares. Além disso, ela tende a ser mais lenta do que a detecção baseada em assinatura.

3. Software antivírus usando aprendizado de máquina

A mais recente evolução do software antivírus envolve o aprendizado de máquina. Ele aplica algoritmos e enormes conjuntos de dados para detectar padrões maliciosos e identificar malware. Com poder de computação suficiente, pode ser uma ferramenta muito eficaz para monitorar dispositivos individuais e grandes redes.

No entanto, como os algoritmos geralmente são criados ou aprimorados pela Inteligência Artificial (IA), eles podem ser uma caixa preta para os seres humanos. Isso significa que pode ser difícil para os engenheiros humanos entenderem como o algoritmo chega às suas conclusões. Além disso, quando treinado em um conjunto de dados imperfeito, o algoritmo pode chegar a uma conclusão errada sobre o que é seguro ou inseguro.

Tipos de software antivírus com base no sistema operacional

O software antivírus também pode ser dividido de acordo com o sistema operacional que foi projetado para proteger. Por exemplo, há programas antivírus para Windows, macOS, Android e iOS. Por exemplo, Intego é um famoso programa antivírus para Mac.

A escolha de um software antivírus compatível com o sistema operacional do seu dispositivo é essencial, pois o uso de um programa incompatível pode causar problemas ou reduzir a eficácia do software antivírus. Nosso programa antivírus preferido, o Norton, é muito capaz de proteger todos os principais sistemas operacionais.

Como escolher um software antivírus?

Há muitos fatores a serem considerados ao escolher um software antivírus para seu dispositivo. Um fator importante é a compatibilidade com seus sistemas operacionais. Também é essencial selecionar um programa que ofereça uma forte proteção contra ameaças de malware conhecidas e que tenha um bom histórico de detecção e bloqueio de ameaças desconhecidas.

O impacto no desempenho é outra consideração importante. Alguns programas antivírus podem tornar seu dispositivo mais lento ou consumir muitos recursos do sistema, o que pode ser frustrante. Portanto, é fundamental escolher um programa que equilibre proteção sólida e impacto mínimo no desempenho.

Outro fator a ser considerado é a prevalência de falsos positivos, que são casos em que o software antivírus identifica incorretamente um arquivo benigno como uma ameaça. Isso pode ser frustrante e resultar na perda de arquivos ou dados importantes. Portanto, é fundamental escolher um programa com uma baixa taxa de falsos positivos.

Também é essencial considerar a reputação e a política de privacidade da empresa de software antivírus. Escolha uma empresa com boa reputação de proteger os dados dos clientes e respeitar a privacidade.

O principal exemplo é a Avast, que rastreou e vendeu os hábitos de navegação de milhões de seus usuários. Ela coletou esses dados por meio de sua extensão de navegador Online Security e os vendeu por meio de sua subsidiária, a Jumpshot. Embora afirme ter interrompido essas atividades e tenha sido vendida para a Norton, a reputação permanece.

O custo também é um fator importante a ser considerado. Quanto mais recursos de segurança além do antimalware o senhor desejar, mais caro será o produto. Somente o senhor pode decidir onde está o compromisso perfeito entre preço e proteção. A seguir estão os principais recursos a serem considerados:

Firewall: Um firewall é um sistema de segurança que monitora e controla o tráfego de entrada e saída da rede com base em regras de segurança predeterminadas. Um firewall pode ser baseado em hardware, software ou uma combinação de ambos. Sua principal finalidade é manter usuários não autorizados e softwares mal-intencionados fora de uma rede privada, permitindo a passagem de usuários autorizados e tráfego legítimo.

Gerenciador de senhas: Um gerenciador de senhas é uma ferramenta de software que ajuda os usuários a armazenar e gerenciar com segurança suas credenciais de login para várias contas on-line. Ele gera senhas fortes e exclusivas para cada conta e as armazena em um formato seguro e criptografado. Isso ajuda os usuários a evitar o uso de senhas fracas ou reutilizadas, que podem ser facilmente adivinhadas ou invadidas.

Rede privada virtual (VPN): Uma VPN é uma tecnologia de rede que cria uma conexão segura e criptografada em uma rede pública (como a Internet). Ela permite que os usuários transmitam dados como se seus dispositivos estivessem diretamente conectados a uma rede privada, mesmo que estejam fisicamente localizados em outro lugar. As VPNs são usadas com frequência para proteger a privacidade e o anonimato on-line, bem como para contornar a censura e as restrições geográficas.

Controle dos pais: Os controles dos pais permitem que os pais ou responsáveis limitem o uso da Internet e o acesso de seus filhos a determinados conteúdos. Eles podem bloquear sites e aplicativos inadequados, definir limites de tempo para o uso do dispositivo e monitorar a atividade on-line. O controle dos pais pode ajudar a proteger as crianças contra perigos on-line, como cyberbullying, comportamento predatório e exposição a conteúdo inadequado.

Proteção contra roubo de identidade: A proteção contra roubo de identidade é um serviço que ajuda os usuários a monitorar e proteger suas informações pessoais contra o uso para fins fraudulentos. Normalmente, inclui monitoramento de crédito, notificações de alerta e assistência para recuperação. Além disso, a proteção contra roubo de identidade pode ajudar os usuários a detectar e evitar o uso não autorizado de suas informações pessoais, como números de cartão de crédito ou de previdência social.

Armazenamento seguro na nuvem (backup na nuvem): O backup na nuvem é um serviço que permite aos usuários armazenar cópias de seus dados em um servidor remoto (a “nuvem”) para protegê-los contra desastres locais, falhas de hardware ou perda de dados. O backup na nuvem pode ser configurado para salvar automaticamente arquivos novos ou alterados com regularidade, o que o torna uma maneira conveniente e confiável de garantir que os dados estejam sempre em backup e disponíveis para recuperação.

Anti-phishing: o antiphishing é um recurso de segurança que ajuda os usuários a identificar e se proteger contra sites ou e-mails fraudulentos criados para roubar informações confidenciais (como credenciais de login ou informações financeiras). Ele pode ser implementado como uma ferramenta de software que analisa sites e e-mails em busca de indicadores de phishing conhecidos ou como um programa educacional que ensina os usuários a reconhecer e evitar ataques de phishing.

Anti-ransomware: O antiransomware é um recurso de segurança que ajuda os usuários a proteger seus dispositivos e dados contra ataques de ransomware. O ransomware é um tipo de código mal-intencionado que criptografa os arquivos de um usuário e exige pagamento (o “resgate”) em troca da chave de descriptografia. O antiransomware pode detectar e bloquear ataques de ransomware em tempo real ou fornecer ferramentas para a recuperação de dados criptografados.

Outros recursos que o senhor pode considerar são:

  • Bloqueador de anúncios
  • Anti-furto
  • Monitoramento da Dark Web (proteção de identidade)
  • Proteção de e-mail
  • Criptografia de arquivos
  • Triturador de arquivos
  • Modo de jogo
  • Proteção do microfone
  • Recursos de manutenção do PC
  • Navegador seguro (navegador reforçado para proteger seus serviços bancários on-line)
  • Filtro de spam
  • Otimizador de inicialização
  • Ferramentas de ajuste
  • Teclado virtual
  • Proteção da webcam

Principais empresas de antivírus e suas ofertas

Há várias das principais empresas de antivírus que oferecem uma variedade de produtos e serviços de software antivírus para fornecer proteção antivírus, ajudando a manter seus dispositivos protegidos contra malware e outras ameaças cibernéticas.

Nas subseções a seguir, exploraremos as ofertas do Norton, Bitdefender, McAfee e Kaspersky, dando uma rápida olhada na proteção e nos recursos que cada empresa oferece.

Norton

O Norton é um popular provedor de software antivírus e de segurança, que oferece proteção abrangente contra vírus, malware e outras ameaças cibernéticas há mais de três décadas. Em nossos testes, ele provou ser o melhor software antivírus de 2023.

A ampla seleção de produtos e serviços antivírus do Norton inclui proteção contra malware, proteção de identidade e proteção de privacidade, garantindo que seus dispositivos e dados permaneçam seguros contra uma variedade de ameaças.

Bitdefender

A Bitdefender é uma renomada fornecedora de software de segurança cibernética, que oferece soluções antivírus para dispositivos Windows, Mac, iOS e Android. Com as melhores classificações de instituições de testes independentes, o Bitdefender oferece recursos de segurança de ponta, como aprendizado de máquina e proteção comportamental, para manter seus dispositivos protegidos contra várias ameaças.

O Bitdefender também oferece um software antivírus gratuito para usuários do Windows, garantindo proteção acessível a todos.

McAfee

O McAfee é um software antivírus premiado que oferece proteção abrangente contra ransomware, malware, phishing e outras ameaças cibernéticas. Com uma variedade de opções de preços, o McAfee atende a diferentes necessidades de segurança e orçamentos. Ele oferece recursos como VPN e monitoramento de transações para maior proteção.

Kaspersky

O Kaspersky é um conhecido software antivírus com mais de 20 anos de experiência no setor, fornecendo proteção contra vírus, malware e ransomware.

Oferecendo soluções antivírus gratuitas e pagas, o Kaspersky garante proteção acessível a todos os usuários, com altas taxas de detecção e uma variedade de recursos, como proteção em tempo real, verificações programadas e medidas extras de segurança para complementar o software antivírus.

Soluções antivírus gratuitas versus pagas

O software antivírus gratuito está amplamente disponível e pode oferecer proteção básica contra ameaças de malware. No entanto, essas soluções gratuitas geralmente não têm recursos como firewalls, VPNs, gerenciadores de senhas, proteção contra roubo de identidade, segurança móvel e serviços de suporte, que normalmente estão incluídos em softwares antivírus pagos.

O software antivírus pago oferece proteção mais abrangente e recursos adicionais, garantindo que seus dispositivos e dados estejam mais bem protegidos contra várias ameaças cibernéticas. Embora as soluções gratuitas possam ser suficientes para usuários com necessidades limitadas de segurança, o investimento em um software antivírus pago oferece um nível mais alto de proteção e tranquilidade.

Tipos de malware visados pelo software antivírus

O software antivírus tem como alvo uma grande variedade de tipos de malware, cada um apresentando desafios e riscos exclusivos. Nas subseções a seguir, exploraremos vários exemplos de malware, como adware, botnets, keyloggers, phishing, ransomware, rootkits, spyware, cavalos de troia, vírus e worms. E como o software antivírus protege contra cada um deles.

Adware

Adware é um software indesejado que exibe anúncios em seu computador ou dispositivo móvel, gerando receita para seus criadores. Geralmente instalado sem o conhecimento do usuário junto com outros aplicativos, o adware pode prejudicar o desempenho do seu dispositivo, inundá-lo com pop-ups e até mesmo comprometer suas informações pessoais.

Para evitar o adware, tenha cuidado ao fazer download de aplicativos, leia os termos e condições com atenção e use um software antivírus confiável para proteger seu dispositivo.

Botnets

Botnets são redes de computadores infectados com malware e controlados por um único indivíduo, conhecido como “bot-herder”. Essas redes são normalmente usadas para atividades mal-intencionadas, como ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS) ou roubo de informações pessoais.

Para proteger seus sistemas contra botnets, use senhas fortes, mantenha seu sistema atualizado e use software antivírus.

Keyloggers

Os keyloggers são softwares ou hardwares que registram cada pressionamento de tecla feito em um computador ou dispositivo móvel, podendo roubar senhas e informações pessoais. Esses programas podem ser usados tanto para fins legítimos quanto maliciosos.

Os keyloggers capturam as teclas digitadas e as armazenam em um arquivo de registro, que pode ser acessado pela pessoa que instalou o keylogger. Para se proteger contra keyloggers, use um software antivírus confiável com detecção de rootkit e detecção baseada em heurística, garantindo proteção máxima.

Phishing

Phishing é um ataque cibernético em que um invasor se faz passar por uma entidade ou pessoa confiável para enganar as vítimas e fazê-las revelar informações confidenciais ou baixar malware. Isso pode ser feito por meio de e-mails, sites ou outras formas de comunicação enganosas. Os tipos comuns de ataques de phishing incluem spear phishing, whaling e smishing, todos projetados para atingir indivíduos ou organizações específicas.

Para se proteger de ataques de phishing, evite clicar em links ou abrir anexos de fontes desconhecidas, use senhas fortes e mantenha seu software antivírus atualizado.

Ransomware

Ransomware é um tipo de malware que criptografa arquivos no dispositivo da vítima e exige pagamento para liberá-los. Ele representa riscos significativos para indivíduos e empresas, muitas vezes levando à perda de dados, perdas financeiras e a possibilidade de novos ataques.

Para se proteger contra ransomware, mantenha seus dispositivos atualizados com os patches de segurança mais recentes, use senhas fortes e empregue um programa antivírus confiável.

Rootkits

Rootkits são uma forma de malware que obtém acesso administrativo total a um computador, permanecendo indetectável para usuários e programas antivírus. Os rootkits podem causar danos significativos ao sistema operacional e até mesmo desativar programas antivírus, deixando o dispositivo desprotegido.

Embora a remoção de rootkits possa ser um desafio, os programas antivírus com recursos de detecção de rootkits podem ajudar a identificar e remover essas ameaças.

Spyware

O spyware é um tipo de malware que se instala secretamente em um dispositivo sem o conhecimento do usuário e coleta dados do dispositivo e do usuário, enviando-os a terceiros sem permissão. O spyware pode monitorar a atividade do usuário, criar anúncios direcionados e comprometer informações pessoais.

Para se proteger contra spyware, certifique-se de que seu sistema operacional e software antivírus estejam atualizados, use senhas fortes e permaneça atento ao encontrar e-mails ou sites suspeitos.

Troianos

Os cavalos de Troia são softwares mal-intencionados disfarçados de aplicativos úteis, capazes de corromper arquivos, roubar dados e criar pontos de acesso backdoor em um computador. Geralmente disseminados por meio de links maliciosos, downloads ou anexos de e-mail que contêm códigos maliciosos, os cavalos de Troia representam uma ameaça significativa para dispositivos e dados.

Para se proteger contra cavalos de Troia, use um programa antivírus confiável e tenha cuidado ao clicar em links ou fazer download de arquivos de fontes desconhecidas.

Vírus

Os vírus são um tipo de software mal-intencionado que pode se replicar e se espalhar para outros programas ou computadores, causando danos ao sistema. Normalmente disseminados por meio de anexos de e-mail, downloads ou mídias removíveis, os vírus podem corromper ou apagar arquivos, roubar informações pessoais e tornar o desempenho do computador mais lento.

Para se proteger contra vírus, use um software antivírus para detectar vírus, mantenha seu computador atualizado com os patches de segurança mais recentes e seja cauteloso ao fazer download de arquivos e abrir anexos de e-mail.

Minhocas

Worms são um tipo de software mal-intencionado que pode se espalhar para outros computadores sem intervenção humana, explorando vulnerabilidades de segurança em sistemas e redes de computadores. Para se proteger contra worms, use um programa antivírus confiável com a verificação no acesso ativada.

Assim como no caso dos vírus, use um software antivírus para detectar worms, mantenha seu computador atualizado com os patches mais recentes e tenha cuidado ao fazer download de arquivos e abrir anexos de e-mail.

Proteção em tempo real e varreduras programadas

A proteção em tempo real é a proteção automática fornecida pela maioria dos programas antivírus, anti-spyware e anti-malware. Ela monitora o sistema do computador em busca de atividades suspeitas, como vírus, spyware, adware e outros objetos mal-intencionados, proporcionando segurança contínua.

As varreduras programadas, por outro lado, são verificações periódicas do sistema para garantir que não haja objetos mal-intencionados presentes. Essas verificações podem ser definidas para serem executadas em intervalos regulares, fornecendo uma camada adicional de proteção juntamente com a proteção em tempo real. Juntas, a proteção em tempo real e as varreduras programadas garantem uma proteção abrangente para seus dispositivos e dados.

Medidas de segurança adicionais

Além do software antivírus, há várias outras medidas de segurança que o senhor pode implementar para aumentar a proteção do seu dispositivo. Os firewalls, por exemplo, são sistemas de segurança de rede que monitoram e controlam o tráfego de rede de entrada e saída com base em regras de segurança predeterminadas, fornecendo uma camada adicional de proteção contra ameaças cibernéticas.

As redes privadas virtuais (VPNs) criam conexões seguras entre dispositivos pela Internet, criptografando dados e ajudando a proteger os usuários contra atividades mal-intencionadas.

Os gerenciadores de senhas armazenam e gerenciam suas senhas, ajudando-o a criar senhas fortes e exclusivas para cada conta e mantendo-as seguras.

A implementação dessas medidas de segurança adicionais em conjunto com o software antivírus pode proporcionar uma defesa mais robusta contra ameaças cibernéticas.

Mantendo seu software antivírus atualizado

Garantir que seu software antivírus esteja atualizado é essencial para manter a máxima proteção contra ameaças cibernéticas. À medida que surgem novos malwares e vírus, as empresas de antivírus atualizam continuamente seus softwares para combater esses perigos em evolução. Ao manter o software antivírus atualizado, o senhor pode ter certeza de que seus dispositivos estão protegidos contra as ameaças mais recentes.

Às vezes, é útil desativar o software antivírus quando o senhor estiver configurando atualizações como o Windows Service Packs ou revisando os drivers da placa de vídeo. Essa ação garante que o processo de instalação seja executado sem problemas. No entanto, é fundamental reativar o software antivírus assim que possível para manter a proteção contínua contra possíveis ameaças.

Equívocos comuns sobre o software antivírus

Um equívoco comum sobre o software antivírus é que ele oferece proteção infalível contra todas as ameaças cibernéticas. Embora o software antivírus tenha sido projetado para detectar e remover uma grande variedade de softwares mal-intencionados, ele não é uma solução garantida para todos os problemas de segurança.

A manutenção de uma abordagem de segurança em várias camadas, incluindo firewalls, VPNs e gerenciadores de senhas, pode ajudar a garantir uma proteção abrangente para seus dispositivos e dados. Esse é o principal motivo pelo qual o software antivírus pago oferece melhor proteção do que os programas antivírus gratuitos.

Outro equívoco é que o software antivírus torna os computadores mais lentos. Embora alguns programas antivírus possam consumir recursos do sistema, a maioria dos softwares antivírus modernos é projetada para operar com eficiência, minimizando qualquer impacto no desempenho do dispositivo.

Mantendo o software antivírus atualizado e complementando-o com medidas de segurança adicionais, o senhor pode manter o desempenho ideal do dispositivo e, ao mesmo tempo, proteger-se contra várias ameaças cibernéticas.

Conclusão

Em conclusão, o software antivírus é um componente essencial da segurança de qualquer dispositivo, fornecendo proteção contra uma ampla gama de ameaças de malware. Como as ameaças cibernéticas continuam a evoluir, os programas antivírus devem se adaptar para oferecer proteção abrangente em um cenário em constante mudança.

Compreendendo os vários tipos de malware, selecionando o software antivírus correto das principais empresas e implementando medidas de segurança adicionais, o senhor pode garantir a segurança de seus dispositivos e dados em 2023 e nos anos seguintes.

Como se manter seguro on-line:

  • Use senhas fortes: Use uma senha exclusiva e complexa para cada conta. Um gerenciador de senhas pode ajudá-lo a gerar e armazená-las. Além disso, ative a autenticação de dois fatores (2FA) sempre que disponível.
  • Invista em sua segurança: Comprar o melhor antivírus para Windows 11 é fundamental para sua segurança on-line. Um antivírus de alta qualidade, como Norton, McAfee ou Bitdefender, protegerá seu PC contra várias ameaças on-line, inclusive malware, ransomware e spyware.
  • Cuidado com as tentativas de phishing: Seja cauteloso ao receber comunicações suspeitas que solicitem informações pessoais. Empresas legítimas nunca solicitarão detalhes confidenciais por e-mail ou texto. Antes de clicar em qualquer link, verifique a autenticidade do remetente.
  • Mantenha-se informado. Cobrimos uma ampla gama de tópicos de segurança cibernética em nosso blog. Além disso, há várias fontes confiáveis que oferecem relatórios e recomendações sobre ameaças em inglês, como NIST, CISA, FBI, ENISA, Symantec, Verizon, Cisco, Crowdstrike e muitas outras.

Feliz surfe!

Perguntas frequentes

Veja abaixo as perguntas mais frequentes.

Por que o senhor precisa de um software antivírus?

O software antivírus é essencial para proteger seu dispositivo contra ameaças de malware e garantir a segurança de suas informações pessoais e confidenciais. Sem o software antivírus, seu dispositivo fica vulnerável a ataques de diversos tipos de malware, inclusive vírus, worms e ransomware.

Quais são os melhores softwares antivírus?

Testamos uma grande variedade de softwares antivírus ao longo dos anos. Podemos dizer com confiança que o Norton e o Bitdefender são atualmente os melhores programas antivírus para Windows. Especialmente o Norton, que é a única marca com 100% de pontuação no teste antimalware e inclui uma VPN ilimitada gratuitamente, é excelente.

Software antivírus gratuito vs. pago?

Não aconselhamos o uso de software antivírus gratuito. Eles raramente oferecem uma proteção melhor do que as ferramentas integradas do Windows (Microsoft Defender ou Windows Defender) e do macOS (XProtect e GateKeeper). E o pior é que, muitas vezes, eles estão repletos de anúncios ou bloatware (software indesejado e irritante que será instalado automaticamente em seu PC). Evite problemas e, em vez disso, compre um software antivírus pago.

Como funciona o software antivírus?

O software antivírus funciona verificando os arquivos do seu computador em busca de padrões conhecidos de malware e colocando em quarentena ou excluindo os arquivos infectados que encontrar. Ele também verifica os sites que o usuário visita e os e-mails que recebe em busca de possíveis ameaças e o alerta caso encontre alguma.

Autor: Tibor Moes

Autor: Tibor Moes

Fundador e editor-chefe do SoftwareLab

Tibor testou 39 programas antivírus e 30 serviços de VPN, e possui um certificado de pós-graduação em segurança cibernética da Universidade de Stanford.

Ele usa o Norton para proteger seus dispositivos, o CyberGhost para sua privacidade e o Dashlane para suas senhas.

O senhor pode encontrá-lo no LinkedIn ou entrar em contato com ele aqui.